Professores são capacitados para atuar com autistas


Professores são capacitados para atuar com autistas
O psicopedagogo Eugenio Cunha ministrou, na noite desta quarta-feira (08/10), uma palestra para professores de Itaboraí que participam do 1º Curso de Formação Pedagógica em Autismo, oferecido pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Educação e Cultura. O objetivo é capacitar os profissionais do município para atuarem junto a alunos autistas na cidade, tanto na Clínica-Escola Municipal do Autista, quanto nas instituições regulares de ensino.Durante sua palestra, Eugenio Cunha, autor de cinco livros sobre pedagogia, dois deles abordando a questão do autismo, ressaltou a importância de se atuar visando sempre a inclusão de alunos com necessidades especiais na rede regular de ensino. Na ocasião, ele lembrou que ensinar para estudantes considerados especiais requer, principalmente, capacidade de aprendizado por parte do próprio professor, citando a Clínica-Escola do Autista como exemplo.

"Cada aluno que chega à Clínica-Escola representa um novo desafio?, afirmou Eugenio. "Para ensinar, primeiro é preciso se capacitar para aprender. Aprender a identificar a condição do aluno, a entender quais são suas necessidades e a achar os caminhos para que o ensino atinja seu objetivo?.
Eugenio lembrou, ainda, das dificuldades que os professores, em geral, enfrentam, quando recebem um aluno com necessidades especiais em turmas regulares.

"A primeira vez que eu recebi um aluno autista, eu nem sabia direito o que era autismo. Eu não sabia o que fazer, porque não havia sido preparado para isso?, lembrou o professor. "A formação acadêmica convencional não nos ensina a conviver com portadores de deficiência. Profissionalmente, a melhor coisa que aconteceu na minha carreira foi encontrar esse menino?.
O Curso de Formação Pedagógica em Autismo vai preparar, de início, 35 professores da rede municipal de Itaboraí e cinco de instituições privadas para atuar junto a estudantes autistas. Da turma, cinco profissionais do município serão selecionados para trabalhar diretamente na Clínica-Escola, a partir de 2015.

"A Clínica-Escola do Autista é uma experiência pioneira e única no país, assim como este curso de capacitação?, diz a coordenadora municipal de Educação Especial de Itaboraí, Valéria Sales. "A partir deste primeiro curso, nossa intenção é fazer da instituição um polo de formação de profissionais, não apenas de Itaboraí, mas de todo o país?.
Professora da rede municipal e irmã de um autista, Tamires dos Santos, 25 anos, reconhece a importância da Clínica-Escola.

"Meu irmão tem 29 anos, e só aos 28 foi diagnosticado como autista, apesar de ter frequentado instituições consideradas de excelência, mas que não conseguiram perceber a existência da síndrome?, disse Tamires. "A Clínica-Escola veio concretizar aquilo que nós queríamos, que é o diagnóstico precoce e o tratamento adequado, envolvendo questões médicas, nutricionais, comportamentais e pedagógicas. Hoje, meu irmão está mais calmo e tranquilo?.

Clínica-Escola do Autista

A Clínica-Escola do Autista de Itaboraí foi inaugurada pela Prefeitura no dia 1º de abril de 2013. Pioneira no país, a instituição é a única a oferecer tratamento especializado e 100% gratuito a autistas no Brasil, incluindo os serviços médico, nutricional, comportamental e educacional. Além de funcionar como uma unidade especializada no tratamento da síndrome, a partir de 2015 a instituição atuará como uma escola preparatória de autistas que ainda não estejam inseridos na rede regular de ensino do município, além de servir como apoio escolar para aqueles que, já inseridos, apresentem alguma dificuldade de aprendizado.

O Curso de Formação Pedagógica em Autismo acontece desde o dia 1º de outubro. Até 18 de dezembro, serão 16 encontros, uma vez por semana, na Escola Municipal Professora Marly Cid Almeida de Abreu, em Nancilândia, totalizando 60 horas. Entre os orientadores, além de Eugenio Cunha, estão o neuropediatra Mauro Lins, a fundadora do Movimento Família Azul Berenice Piana e a pedagoga da Universidade Federal Fluminense (UFF) Cristina Delou, entre outros.

 
Deixe seu comentário
 
 
Nome:
E-mail:
Comentario:

0/1000
 
Digite o código abaixo:
atualizar código

 
Totos os campos são obrigatórios.
 
 
1
A Clandevelop e uma agende web, voltada para desenvolvimento sites, sistemas web, identidade visual e muito mais.
Desenvolvido por
Clandevelop